Distúrbios em massa ocorrem no Egito - Olho Solitário
Navigation

Distúrbios em massa ocorrem no Egito

Egito, manifestação, Muçulmanos, Mohamed Mursi

No Egito o julgamento de Muhammad Badie, líder espiritual da organização Irmandade Muçulmana, decorre em ambiente de confrontos entre a polícia e estudantes islamistas.

Segundo informa o canal televisivo Nile TV, na cidade de Assiut, 400 quilômetros a sul do Cairo, os distúrbios provocaram ferimentos em 45 pessoas. Os protestos em massa também aconteceram no Cairo, Alexandria e Mansoura.

Anteriormente o tribunal tinha condenado à pena de morte 529 membros do movimento Irmandade Muçulmana pelo ataque a uma delegacia e pela morte de um oficial no dia 14 de agosto de 2013 em Al Minya. A Irmandade Muçulmana foi declarada como organização terrorista depois de os militares terem afastado do poder, em julho do ano passado, o presidente Mohamed Mursi.

Na última segunda-feira (31/3), um tribunal do Egito negou o pedido de libertação sob fiança apresentado pelos advogados dos jornalistas da Al-Jazeera, presos sob acusação de ajuda aos islamitas.

De acordo com a AFP, durante uma nova audiência do caso, avaliado pelos defensores dos direitos humanos como uma prova do retorno de um regime autoritário no país, três jornalistas que estão há quase 100 dias na prisão defenderam-se das acusações.

"Por favor, tire-nos da prisão, estamos cansados. Não aguentamos mais", lamentou o diretor do escritório da Al-Jazeera no Cairo, o egípcio-canadense Mohamed Fadel Fahmy.

Ele e mais sete homens são acusados de apoiar a Irmandade Muçulmana, grupo político e religioso ao qual pertence o presidente deposto Mohamed Mursi, considerada "organização terrorista" pelas autoridades.

"Hoje, nosso único desejo é o de continuar a lutar para sair da prisão (...). Estamos prontos para aceitar todas as condições", afirmou o repórter australiano Peter Greste.

No total, 20 pessoas respondem ao processo. Dezesseis egípcios são acusados de pertencer a "uma organização terrorista" e quatro estrangeiros de fornecer "dinheiro, equipamentos e informações" para "difundir falsas notícias". A próxima audiência está marcada para o dia 10 de abril. 

Share

Lúcio Soares

Gosto de pesquisar sobre variados assuntos e principalmente aqueles que a grande mídia não divulga. Desde o inicio com o Blog Olho Solitário tenho aprendido muito e sei que na busca da verdade não estamos sozinhos.

O que achou? Comente aqui:

0 comentários:

Aqui você é livre para comentar. Obrigado pela visita!