Citação do trecho do Livro Filho do Fogo Pagina 16 - Vale a pena conferir - Olho Solitário
Navigation

Citação do trecho do Livro Filho do Fogo Pagina 16 - Vale a pena conferir

citação, livro, filhos do fogo


— Não é por nada, mas você acredita mesmo nesta história de

que Maria recebeu um filho do Espírito Santo?! — Perguntou

Tamara naquele jeito desleixado de hippie. — Pra mim, o José

levou um belo par de chifres e ela quis colocar a culpa no anjo, né?

Porque, imagina só, vê se isto tem cabimento! E o José engoliu

essa.

— Não, não! — Começou o Sérgio. — Isto está na Bíblia e é

uma coisa muito séria. Não convém brincar com estas coisas.

Eu já acendi os olhos: “Opa!”

Ele continuou falando que a concepção de Jesus havia sido

assim mesmo, e blá-blá-blá, porque a Bíblia dizia que era assim,

então era assim. Encostado no batente da porta eu simplesmente

interrompi a explanação de sopetão:

— E você acredita em tudo que está escrito na Bíblia? —

Perguntei com certo mau-modo e à queima-roupa, os olhos

chispando na direção dele.

“Que oportunidade esta menina acaba de me criar!”, pensei

exultando.

— Sim, acredito! — Respondeu o Pastor com ar sério,

balançando a cabeça repetidas vezes.

Hoje reconheço que a pergunta que fiz era básica. Mas ela

não soube responder!

— Pois é. Você deve estar lembrado então que Deus criou o

tal Adão, né? E pelo que parece a mulher não estava nem nos

propósitos da Criação, pois ela só apareceu depois. Deve ter sido

porque o coitado do Adão ficou lá no jardim olhando os cavalos...

os pássaros... os elefantes... todos se divertindo, tendo seus

prazerezinhos, não é? E ficou encafifado, pensando: “Bom, o que

será que tem parecido comigo por aqui?”. E Deus colocou a mulher

lá pra ele. E daí nasce o Caim e o Abel. Mas me diga... se só havia

esta gente por lá, como é — ou melhor, de onde é — que saíram

todas as outras pessoas? Só se Caim teve relação com a mãe, né?

Explica aí, vai! O que que aconteceu?

Meu tom de falar, meu semblante, meu olhar, tudo

expressava um ar de descaso agressivo e debochado.

— Bom... — Começou ele, enrolando os dedos no

guardanapo, pressentindo no ar um clima pouco amistoso. — A

Bíblia não é muito clara a este respeito, mas parece que eles tinham

uma irmã...

Eu nem esperei ele terminar a frase. Ribombei logo:

— Irmã!!? — Até para mim aquela era nova! — Mas então

houve relação entre irmãos?! Tudo bem, eu entendo que o negócio

devia estar feio mesmo se não havia ninguém para o Caim e o Abel

darem umas bimbadinhas! Se Deus “generosamente” não lhes deu

ninguém... como é que ficavam os pobres coitados? Ou será que

Deus criou uma mulher do nada para eles também? Que Deus

maluco! Fala mais tarde que incesto é pecado, mas toda a

Humanidade principiou como sendo fruto de um tremendo pecado

de incesto??? Só podia dar no que deu, né? Sodoma, Gomorra,

perdição... só vindo o dilúvio para acabar tudo de vez. — Eu nem

esperava resposta. Emendava logo uma idéia na outra. — Então, o

pecado só pode ser relativo mesmo! A mesma coisa numa hora é

pecado, na outra não é. Não é assim? Para formar a Humanidade

valia incesto, mas depois não valia mais. Legal isso aí! Até o

coitado do Canaã levou na cabeça com esta do pai dele dar umas e

outras em família, né? Gozado é que quem pecou foi o pai... mas

quem leva a maldição é o filho. Tudo a ver!

Ele parecia um tanto confuso. Eu continuei, pois acho que ele

nem pescou o lance de Canaã! Nem sabia do que eu estava falando.

— Quer ver mais uma? Uma mais fácil, tá? De lambuja!

Canaã é muito difícil! Em uma época é pecado ter mais de uma

mulher, em outra não é! Salomão tinha setecentas mulheres e

trezentas concubinas. Depois, no Novo Testamento, faz-se menção

ao homem ser “marido de uma só mulher”. Mas este que teve mil

mulheres foi “somente” o rei de Israel e o homem mais sábio do

mundo?!!!? Este Deus aí da Bíblia é completamente louco.

Aquilo foi demais para ele e para os presentes.

— Não, senhor!! — Exclamou o Sérgio um tanto ou quanto

exaltado ao ver tão ostensivamente ofendidos os seus preceitos. —

Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre!

— Ah, pois é mesmo? — Respondi com pouco caso. —

Então me prova isto, me prova com base nesta Bíblia mais confusa

que o próprio Deus. Quer ver mais um exemplo das loucuras de

Deus, só pra você se conformar? Os profetas de Deus... aqueles que

deveriam pregar ao povo de Israel e ser exemplos vivos do próprio

Deus... por exemplo, Eliseu. Pediu a “porção dobrada” da unção de

Elias. Nem bem recebeu, o que ele faz com sua “porção dobrada”?

Causa a morte de quarenta e dois meninos, amaldiçoando-os em

nome de Deus. Foram mortos por duas ursas... consegue imaginar a

cena? A Bíblia diz que eles foram despedaçados!. Sabe como é que

é, né? Vísceras pulando para todos os lados, cabeças rolando...! E

tudo isso porque, brincando, chamaram o profeta de “carequinha”.




Share

Lúcio Soares

Gosto de pesquisar sobre variados assuntos e principalmente aqueles que a grande mídia não divulga. Desde o inicio com o Blog Olho Solitário tenho aprendido muito e sei que na busca da verdade não estamos sozinhos.

O que achou? Comente aqui:

0 comentários:

Aqui você é livre para comentar. Obrigado pela visita!