Um abraço, um gesto ou um crime? Como transcender a dor? - Olho Solitário
Navigation

Um abraço, um gesto ou um crime? Como transcender a dor?

abraço, Drauzio Varela, transsexual

É bem verdade de que o crime contra a criança é um crime, e sim deve pagar pelo o que fez. Porém toda as falas a cerca disso nos direciona implacavelmente para a nossa visão limitada, preconceituosa e humana. Todos nós que acreditamos em Deus e atribuímos a ele a misericórdia, amor, fraternidade. Jesus em toda a sua iluminada trajetória nos demonstrou o caminho corajoso do amor. Sim não é fácil demostrar amor isso requer coragem e fé. O criador é misericordioso e nos abraça durante todas as nossas vidas e em todas as nossas experiencias. 

O que desejamos aqui não é fazer rodeios e sim contemplar o amor divino no qual todos nós merecemos e devemos buscar dentro de nós mesmos irmãos. Vamos nos acalmar um pouco, precisamos nos permitir amar além do que vemos acreditar no invisível, se colocar em posição amorosa e de paz. Abaixar as armas. 

Amar incondicionalmente sem medo para isso, apenas amar. A nossa justiça começa quando refletimos nas leis divinas, Deus não nos puni, por que o pecado já é a punição de cada um de nós. Imaginemos o amor de Jesus para com a humanidade. Não há julgamentos, não há preferências simplesmente há amor. O Amor incondicional.

Antes de tudo quero lhes dizer que esses acontecimentos trágicos doem nossos corações nos maltrata muito saber que as crianças sofrem estes abusos repugnantes. Estamos refletindo sobre o que desejamos ser e sobre o que sonhamos vives para nós e para todos. 

Sonhamos com um mundo sem abusos onde todos se respeitam, onde as crianças fontes de luz possam ser crianças livres e em paz. Mais para tudo isso se realizar devemos ter coragem e ousadia de amar em meio ao caos que aí está. Nos aquietemos no amor e sejamos ferramentas do amor divino pois Deus está dentro de todos nós. Somos Deus em todos os lugares, somos Deus em nossas fraquezas, somos Deus em nossa respiração. Somos Deus no perdão. Somos Deus de coração.

Somos Deus o tempo todo, e somos um com Deus. Sejamos calmos e lentos para compreender a grande lição da vida. Amar uns aos outros.

Obrigado pela oportunidade de expor amorosamente o amor que Jesus nos trouxe e nos doa todos os dias. Namastê.
Share

Lúcio Soares

Gosto de pesquisar sobre variados assuntos e principalmente aqueles que a grande mídia não divulga. Desde o inicio com o Blog Olho Solitário tenho aprendido muito e sei que na busca da verdade não estamos sozinhos.

O que achou? Comente aqui:

0 comentários:

Aqui você é livre para comentar. Obrigado pela visita!